27 outubro, 2011

Indicação do Mosaico para Teatro, Música e Dança! Programação de hoje a novembro! Anota na agenda!!

1. Margaridas Dança apresenta o espetáculo Buquê, de hoje a domingo no teatro Mosaico:



Serviço:
Dias: de 27 a 30 de Outubro - De quinta a sábado as 21h00 e domingo as 20h00.
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) / R$ 15,00 (meia).
Informações: (61)30321330
Local: Espaço Cultural Mosaico - SCRN 714/15 - Boco: D - Loja: 16. (tel:30321330)
Classificação Indicativa: Livre


2. Programação do Projeto Violas, Guitarras e Outras Modernidades:



27/10 - Quinta - 20h - Fernando Sodré (MG) e Pedro Martins (DF).

28/10 - Sexta - 20h - Cacai Nunes (DF) e Nicolas Krassik (RJ)

Serviço:
Local: Sala Cássia Eller- Funarte
Horário: 20h
Valor: R$ 5,00 (meia)
Informações: (61)-3202-3277


3. Oficinas gratuitas de dança pelo projeto de Ocupação da Funarte, de 02 a 19 de Novembro, na Sala Plínio Marcos da Funarte! Imperdível!



02/11 - Quarta - 14h - Oficina de Dança Contemporânea para Bailarinos de Técnicas Clássicas;
Local: Sala de Ballet do Teatro Plínio Marcos
Ministrante: Leonardo Ramos (coreógrafo e diretor do Ballet de Londrina) - http://www.balletdelondrina.art.br/

04/11 - Sexta - 14h - Técnicas de Movimento (nível intermediário);
Local: Sala de Ballet do Teatro Plínio Marcos
Ministrante: Flávia Tápias (coreógrafa intérprete do grupo Tápias - RJ) http://tapiasflavia.blogspot.com/2008/12/grupo-tpias-ii.html

09/11 - Quarta - 14h - Ferramentas para Muitas Danças (nível intermediário);
Local: Sala de Ballet do Teatro Plínio Marcos
Ministrante: Alex Neoral (corógrafo e bailarino da Focus Cia de Dança - RJ)
http://www.focusciadedanca.com/

11/11 - Sexta - 14h - Linguagem da Dança que parte das Danças Populares Brasileiras (nível intermediário);
Local: Sala de Ballet do Teatro Plínio Marcos
Ministrantes: Ana Catarina e Angelo Madureira (coréografos e bailarinos - RJ) http://www.dancacontemporanea.com.br/index_portugues.html

18/11 - Sexta - as14h e as 16h00 - Dança Contemporânea - Símbolo Novo Branco (iniciante e intermediário);
Local: Sala de Ballet do Teatro Plínio Marcos
Ministrante: Mário Nascimento (diretor e coreógrafo da Cia Mário Nascimento - SP) http://ciamn.blogspot.com/

19/11 - Sábado - 10h00 - Dança Contemporânea (nível intermediário);
Local: Sala de Ballet do Teatro Plínio Marcos
Ministrante: Marcos Buiati (bailarino do grupo Quasar - GO) http://www.quasarciadedanca.com.br/




















25 outubro, 2011

Na próxima quinta-feira tem estréia do espetáculo Buque no Espaço Mosaico!


Margaridas Dança apresenta o espetáculo Buquê, inspirado nos poemas de Laura Virgínia!


“Envelhecendo
Quero olhar tudo de perto
De perto do coração”



O Margaridas Dança traz para o Teatro Mosaico, nessa semana, o espetáculo Buquê, baseado em livro homônimo da coreógrafa, diretora, bailarina e escritora, Laura Virgínia, recém chegada de uma residência artística em Londres, que mescla diversas linguagens artísticas: dança, literatura e música.
Em Buquê, o público se depara com quatro momentos trazidos originalmente do livro para o palco. “São aromas poéticos representados no espetáculo por estados energéticos distintos. Cores, poemas, música, coreografia e figurinos transmitem emoções mescladas com a palavra. Recital dinâmico dos poemas reunidos”, explica Laura Virgínia.
Como é característica do grupo usar tanto da obra literária quanto da biografia, como inspiração na criação dos espetáculos, em Buquê não é diferente. A própria diretora se atualiza em cena numa retrospectiva autobiográfica utilizando estéticas presentes na sua carreira: balé clássico, moderno, contemporâneo e até jazz." A mistura divertida desses elementos foi elaborada afim de criar uma estética própria - uma dança-kitsch", diz a diretora. 
O Margaridas Dança já produziu diversos espetáculos baseados na obra literária de autores como Clarice Lispector, Hilda Hislt e a americana, Elisabeth Bishop. Nesse ano, a companhia comemora os 20 anos de carreira da coreógrafa Laura Virgínia, numa apresentação que mostra essa característica multimídia, inquieta e apaixonada da diretora.

Na entrada, as pessoas receberão um exemplar do livro “Buquê”, lançado em 2006. Uma maneira de aprofundar ainda mais essa conexão entre linguagens que o Margaridas Dança propõe.

O espetáculo Buquê é patrocinado pelo FAC - fundo de apoio à cultura da secretaria de cultura do DF e apoiado pelo CDPDAN - coletivo de documentação e pesquisa em Dança "Eros Volúsia"- Ida/CEN/UnB.

Ficha Técnica:
Elenco: Andréia Tang,  Beneto Luna Reis, Cleani Marques Calazans, Júlio Cesar Campos e Laura Virgínia
Direção e Coreografia: Laura Virgínia
Pesquisa Coreográfica: elenco
Assistente de Direção: Janaína Bizinoto
Treinamento Corporal: Lívia Bennet
Treinamento Psico-energético: Pedro Sangeon
Figurino: Andrea  Patzsch
Cenografia: Tereza Ribas
Diretor Técnico e Projeto de Iluminação:  Marcelo Augusto
Design Gráfico: Erika Pacheco
Fotografia: Patrick Grosner
Trilha Sonora: Laura Virgínia
Assessoria de Imprensa: Tato Comunicação / Jaque Dias
Estagiárias: Beatriz Miranda e Luísa Lemos
Produção: Margaridas Dança
Poemas do livro Buquê de Laura Virgínia
www.margaridasdanca.wordpress.com



Serviço:
Dias: de 27 a 30 de Outubro - De quinta a sábado as 21h00 e domingo as 20h00.
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) / R$ 15,00 (meia)
Informações: (61)30321330
Local: Espaço Cultural Mosaico - SCRN 714/15 - Boco: D - Loja:16
Classificação Indicativa: Livre





19 outubro, 2011

O Projeto de Ocupação da Funarte apresenta: VIOLAS, GUITARRAS E OUTRAS MODERNIDADES...


E o Mosaico indica!

O projeto violas, guitarras e outras modernidades oferece um panorama da viola e dos contornos dados por músicos de vanguarda a este instrumento que faz parte da identidade cultural de todo brasileiro.
A proposta é mostrar a música de raiz e suas vertentes criadas a partir da utilização da viola como instrumento base.

Veja a programação completa abaixo:

20/10 - Quinta - 20h - Pereira da Viola (MG) + Dillo D’Araújo (DF)

21/10 - Sexta - 20h - Rodrigo Caçapa (PE) + Hamilton de Hollanda (DF)

às 22h - Bate Papo: “Causos e Histórias de violeiros na criação artística” com Cacai Nunes + Pereira da Viola, Roberto Correa.

27/10 - Quinta - 20h - Fernando Sodré (MG) e Pedro Martins (DF).

28/10 - Sexta - 20h - Cacai Nunes (DF) e Nicolas Krassik (RJ)



Local: Sala Cássia Eller- Funarte

horário: 20h

Valor: R$ 5,00 Meia

Informações: (61)-3202-3277  

14 outubro, 2011

Final de semana para ocupar a Funarte!!!

Quer curtir o que há de melhor na produção contemporânea da música brasileira? Então o seu lugar é na sala Cássia Eller da Funarte!! Olha como está a programação do final de semana para o Novas Fronteiras da Música:


14/10 - Sexta - 21h - Sacal (PB) + Ventoinha de Canudo (DF)

15/10 - Sábado - 21h - Ciclone na Moringa (DF) + Umbando (GO)

16/10 - Domingo -20h - Macaco Bong (MT) + Caldo de Piaba (AC)


Ah!! Você tem filhos!! E ficou sem babá no final de semana? Então melhor acompanhar a Mostra de Teatro para Infância, na sala Plínio Marcos da Funarte! Olha aí a programação:


15 e 16 de Outubro (sábado e domingo), as 16h00 - O Chapéu (DF) - Direção de Miquéias Paz.

O espetáculo conta, com humor natural do palhaço, a história de um homem desgostoso com sua vida, que entre tentativas inusitadas e frustradas de escapar do próprio espaço cotidiano é surpreendido por um elemento lúdico: um chapéu. Na história, o objeto inanimado tem vontade própria e de forma irreverente desperta nesse homem outra percepção sobre a vida real; diante de seus truques e deslimites, o inteligente, atrevido e carismático chapéu provoca uma rede de cobiça e uma frente de confusões com humor e personalidade.





Peça CANCELADA!

Neste final de semana a peça, "de cara limpa & de cara suja", que deveria acontecer aqui no Espaço Mosaico, NÃO acontecerá! Podem riscar na agenda!

13 outubro, 2011

Preparem-se, em Novembro tem oficina de interpretação para tevê e cinema, com Roumer Canhões!

Por haver grande interesse e demanda por parte dos atores de Brasília em explorar a relação com a câmera, através da linguagem de TV e Cinema, torna-se fundamental trazer a oportunidade de um estudo específico dedicado à especialização de atores. Com o objetivo de aprimorar conhecimentos, o Workshop Intensivo Artcênicas focará na abordagem desenvolvida no próprio espaço Artcênicas, criada pelo diretor de atores Antonio Amancio Canhães e hoje replicada em sala de aula por professores treinados por ele.  Com base na pesquisa do teatro físico, a abordagem de trabalho visa à fisiologia do ator, propondo através de exercícios sem e com câmera caminhos "orgânicos" para o ator dispor seu material sensível. Paralelamente, o material sensível do ator é direcionado para a expressão em TV e Cinema, através de aulas conceituais e práticas. O último dia será exclusivo para uma palestra e bate-papo sobre a abordagem e mercado de trabalho com Antonio Amancio Canhães.

O Artcênicas é referência no Rio de Janeiro, não só pelo ensino dedicado à pesquisa do ator enquanto intérprete e artista, mas também pelos seus outros núcleos de trabalho que compõem o Artcênicas Idéias e Soluções Artísticas, como o Agenciamento de atores e a Assessoria de Imprensa. A empresa nasceu da visão cultural e empreendedora do diretor Antonio Amancio Canhães, que vem se destacando, desde 1990, entre os mais conceituados formadores de atores para televisão e cinema.





Sobre o ministrante: Roumer Canhões é ator, professor, coach, estudante de Comunicação Social na faculdade FACHA e coordenador da escola Artcênicas.  Como ator, atuou em peças como “Êxtase – Uma história de Romeu e Julieta”, dirigida por Antonio Amancio Canhães e “Comendo Uva na Chuva”, dirigida por Maria Nattari. Na televisão trabalhou em novelas como “Bang Bang”, de Mario Prata, interpretando o desmemoriado e cômico Absurd Boy e na novela “Cama de Gato”, como o professor Limonge. Atuou também em minisséries como “Você Decide”, ”Turma do Didi”, entre outras. Realiza com Alinne Moraes o trabalho de coach da atriz,  assumindo sua preparação em trabalhos como “Coração de Estudante”, “Da Cor do Pecado”, “Duas Caras, e atualmente “O Astro”. Outros atores também desenvolveram junto a Roumer o trabalho de preparação de ator, entre eles: Fernanda de Freitas, Cris Vianna, Thiago Rodrigues, Rodrigo Hilbert, Isabel Melo, Sérgio Marone, José Loreto,  Graziela Schmitt, Pedro Neschlin entre outros.  Como estudante, ingressou na faculdade de Cinema, mas não concluiu. Produziu dois curtas-metragens amadores: uma adaptação de “A Lira dos Vinte Anos”, de Paulo César Coutinho e “Personalidades”, de Diego Ricardo. Afim de se aperfeiçoar, viajou para Cuba, onde se especializou em direção de atores para cinema a partir de aulas ministradas por Marketa Kimbrell. Em Angola, trabalhou como coach de apresentadores da TPA (Televisão Pública de Angola) e fez a produção de elenco do programa “Conversas de Quintal”, humorístico da mesma emissora angolana.



O workshop Intensivo Artcênicas acontecerá:
Dos dias 07 de novembro (segunda-feira) ao dia 13 de novembro (domingo).
De segunda a sexta das 18:00 às 22:00, sábado e domingo das 14:00 às 18:00.
Carga horária: 28 horas.

Turma única e vagas limitadas.
Com entrega de certificado.



Ministrante:
Roumer Canhães 

Palestrante:
Antonio Amancio

Onde:
Espaço Cultural Mosaico – SCRN 714/715 Bl. D, Loja 16


Investimento:
Duas parcelas de R$ 320 ou R$ 600 a vista  (dinheiro ou cheque).


Dúvidas, questões, informações:
aquiproducoes.bsb@gmail.com

11 outubro, 2011

Mosaico recomenda - Projeto de Ocupação da Funarte, com Novas Fronteiras da Música!

Se você quer saber qual a cara da nova música popular brasileira, a dica é conferir os shows e palestras que compõem o projeto, Novas Fronteiras da Música!
De 12 a 28 de Outubro, a sala Cássia Eller será palco para as mais diversas manifestações musicais contemporâneas! E a programação já saiu, olha aí:



12/10 - Quarta - 19h - B Negão (RJ) e Ataque Beliz (DF)
... as 22h - Bate Papo – “As novas formas de produção e distribuição de música no ambiente colaborativo” com B Negão + Fabio Pedroza + Dillo D’Araújo.
13/10 - Quinta - 21h - Toró de Palpite (DF) + Satanic Samba Trio (DF).

14/10 - Sexta - 21h - Sacal (PB) + Ventoinha de Canudo (DF)

15/10 - Sábado - 21h - Ciclone na Moringa (DF) + Umbando (GO)

16/10 - Domingo -20h - Macaco Bong (MT) + Caldo de Piaba (AC)

20/10 - Quinta - 20h - Pereira da Viola (MG) + Dillo D’Araújo (DF)

21/10 - Sexta - 20h - Rodrigo Caçapa (PE) + Hamilton de Hollanda (DF)
...as 22h - Bate Papo: “Causos e Histórias de violeiros na criação artística” com Cacai Nunes + Pereira da Viola, Roberto Correa.


10 outubro, 2011

O Complexo Cultural Funarte de Brasília recebe a Mostra de Teatro para a Infância!


Programação do Ciclo de Palestras:

O projeto de ocupação do Teatro Funarte Plínio Marcos promove além dos espetáculos um ciclo de palestras que têm o objetivo discutir em nível artístico, educacional, civil e político o teatro feito para as crianças e por crianças. Tal atividade favorecerá a compreensão e a transformação de antigos paradigmas em relação ao produto teatral, ao processo criativo para a construção de espetáculos infantis e o papel do teatro como ferramenta de desenvolvimento infantil. Para palestrarem serão convidados especialistas professores, psicólogos, comunicadores e artistas com notório conhecimentos nos assuntos e temas que serão abordados.


O Processo Criativo na Produção Artística para a Criança
19/10/11
Horário: 15h às 17h
Local: Teatro Plínio Marcos
Tema: O Processo Criativo na Produção Artística para a Criança
Palestrante: Gabriel Guimard – SP
Mediador: Izabela Brochado


Ao falarmos em produção artística para crianças, é necessário entender com qual criança estamos lidando. Mesmo que as respostas sejam complexas e difíceis de serem respondidas. Quem é esta criança contemporânea? A infância ainda existe? E as diferenças entre crianças rurais, urbanas, de periferia? E as faixas etárias? Para a criança devemos apresentar apenas o que é produzido especificamente para o público infantil? Estas e tantas outras questões fazem perceber que o processo criativo dentro da produção artística para a criança é um tema extremamente profundo e cheio de variáveis. Parafraseando um dos grandes mestres do teatro – Stanislavski: a produção artística para crianças deve ser feita como a produção artística para adultos...porém,  ainda melhor!

Gabriel Guimard iniciou suas atividades artísticas em 1984. Tem formação de ator, mímico, palhaço, é pesquisador das artes para infância, e diretor da Cia. Megamini, que se dedica a pesquisa de espetáculos para crianças. Atuou durante cinco anos na companhia francesa Philippe Genty. Atualmente está em cartaz com o espetáculo "Viva o Paiaço!". É fundador e editor do Portal Cultura Infância -www.culturainfancia.com.br.  Escreve sobre teatro para crianças, tem realizado curadorias para festivais de teatro infantil e ministra palestras sobre Cultura da Infância.

Educação e Arte para Infância
19/10/11
Horário: 20h às 22h
Local: Teatro Plínio Marcos
Tema: Educação e Arte para Infância
Palestrante: Paula Zurawski – SP
Mediador: Fabiana Marroni

A palestra busca discutir a presença do teatro na educação e a importância de um contato contínuo das crianças com ele dentro de uma abordagem que reconheça o teatro como uma arte que tem contribuições únicas e específicas para a formação dos indivíduos. Propõe também uma reflexão sobre a possibilidade de oferecer às crianças experiências artísticas e estéticas num trabalho que integre as diferentes artes. Como contribuir para a formação de crianças e jovens que façam e fruam teatro? Considerando isso, a palestra busca também refletir sobre caminhos a trilhar na formação de professores.

Maria Paula Vignola Zurawski. Mestre em Educação pela FEUSP e graduada em Artes Cênicas pela ECA - USP. Professora universitária e formadora em projetos de capacitação em redes públicas e particulares. Atriz do Grupo Furunfunfum de teatro para crianças, cujos trabalhos para o publico infantil foram contemplados com vários prêmios, como o APCA de melhor autor de teatro infantil de 2004. Desde 2004, é assessora pedagógica do Teatro Alfa em São Paulo, elaboradora dos programas dos espetáculos e do material de apoio didático das temporadas infantis deste Teatro. Foi curadora dos Encontros de Teatro Infantil do Teatro Alfa em 2008 e 2010. De sua produção escrita constam a tradução de A História Mundial do Teatro, em 2000, pela Editora Perspectiva. Escreveu o documento Referencial Curricular Nacional de Educação Infantil - área de Movimento, lançado pelo MEC em 1999. Participou da equipe elaboradora das Orientações Curriculares: Expectativas de Aprendizagens e Orientações Didáticas para a Educação Infantil – Secretaria Municipal de Educação de São Paulo em 2008. Atualmente, é assessora da equipe da Diretoria de Educação Técnica de Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (DOT- EI), e atua como coordenadora dos grupos de formação de coordenadores pedagógicos, diretores e professores dos CEIs e EMEIs da rede municipal de ensino. 

A dramaturgia no teatro infantil e jovem
26/10/11
Horário: 15h às 17h
Local: Teatro Plínio Marcos
Tema: Dramaturgia no Teatro Infantil e Jovem
Palestrante: Marcelo Ramagnoli - SP
Mediador: Tino Freitas

Aborda as características da escrita dramática para o teatro destinado às crianças e jovens e propõe uma discussão coletiva sobre as formas de invenção dramatúrgica. Aponta métodos e conceitos baseados em três autores:  Aristóteles – “Arte poética”, Ítalo Calvino – “Seis propostas para o próximo milênio” e Chistopher Vogler - “A jornada do escritor - estruturas míticas para escritores”. Discute a escolha de temas em espetáculos para crianças e analisa o desenvolvimento de roteiro e ação dramática pertinentes ao universo infantil.

Palestrante: MARCELO ROMAGNOLI é dramaturgo e diretor, atuando nos teatros adulto e infanto-juvenil na cidade de Sâo Paulo desde 1994. Formado em Direção Teatral pela ECA/USP e História da Arte pelo Instituto Lorenzo de Médice em Florença-Itália. Desde 1998 escreve regularmente para crianças e jovens, assinando textos como “Tempo de Nada. Tempo de Tudo." em parceria com Juliana Jardim (1998); “Esperando o Lima” com o Trio Pirathiny (1999); "O Retrato de Janete"  (direção de Dedé Pacheco, 2001); “Luna Clara e Apolo 11" adaptação do romance de Adriana Falcão (direção de Cris Lozano, 2005); “Um destino para Julieta e Romeu”, com  a Cia Barracão Cultural (direção Cris Lozano, 2006); "A criança mais velha do mundo" (2010, dir Claudia Missura) e a direção e adaptação do libreto da ópera para crianças "A história do soldado" de Igor Stravinsky (2011). Desde 2004 escreve e dirige os espetáculos da Banda Mirim: "Felizardo" (2004), "O Menino Teresa" (2007), “Sapecado” (2008), “Cabaret 68” (2009) e “Espoleta” (2010) e "Radio-Show" (2011). No teatro adulto dirigiu, entre outras: "Eu Sou Vida"; "Eu Não sou Morte de Qorpo Santo", na XXII Bienal de Artes de São Paulo (1996); "Madrugada", com Juliana Jardim, em SP, RJ, PR, RS, Seattle, Los Angeles (2001); “Aviso Sidereo”, adaptações dos textos Paixões da Alma baseado em René Decartes; "Sistema do Mundo", baseado em Isaac Newton e "Tratado do Nada" baseado em Blaise Pascal (2005); "Meu filho sem nome" de Izilda Simões (2011). Entre os prêmios recebidos, destacam-se o APCA - Associação Paulista dos Críticos de Arte - 2010 de Melhor Diretor com o espetaculo "Espoleta", APCA 2008 Melhor Texto e APCA Melhor Espetáculo com "Sapecado". Prêmio Coca-cola Femsa 2008 Melhor Texto com "Sapecado". Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro 2008 Melhor Espetáculo “Sapecado”. APCA 2004 Melhor Espetáculo Musical “Felizardo” e Prêmio FEMSA 2004 Melhor Espetáculo “Felizardo”. APCA 2002 Melhor Espetáculo Infantil “O Retrato de Janete”. Foi professor de teatro na Fatec-SP (1994/98), no Esporte Clube Pinheiros SP (1994/98) e artista-orientador na Secretaria de Cultura de São Paulo entre 2003/06. Colaborador no suplemento Folhinha do jornal Folha de São Paulo em 2010.

O Jogo teatral no desenvolvimento infantil
26/10/11
Horário: 20h às 22h
Local: Teatro Plínio Marcos
Tema: O Jogo Teatral no desenvolvimento Infantil
Palestrante: Maria Helena Kuhner - RJ
Mediador: Joana Abreu

Maria Helena abordará conceitos de diferentes áreas do conhecimento - psicologia, pedagogia, linguística, antropologia - para repensar o que é ser criança, a importância do brincar infantil, das experiências vividas, de seu modo de lidar com os próprios impulsos, de suas relações com o ambiente, de nos jogos ser participante ativo ou passivo, de sua adaptação à realidade ou capacidade de modificá-la com a imaginação, a invenção, o sonho... E qual seria o papel da arte e do teatro neste contexto.

Maria Helena Kuhner tem formação em Letras, Orientação Educacional  e Psicologia (PUC-RJ). Escritora  de peças para adultos e crianças, ensaísta, pesquisadora, contista e tradutora, soma um total de 31 livros publicados, 24 prêmios em Teatro e Literatura, sendo os mais recentes o Prêmio Shell - Categoria Especial (2007), pelo Catálogo da Dramaturgia Brasileira (5.500 obras); o Prêmio Odorico Mendes, da União Brasileira de Escritores (2008) pela tradução de 4 obras do siciliano Andrea Camilleri; o Prêmio Roquette Pinto pelo Projeto Aquarela do Brasil (pesquisa, adaptação para rádio e gravação de peças teatrais de diferentes autores/regiões do Brasil veiculadas nas 93 emissoras da ARPUB e em 400 rádios comunitárias (2010). Nos últimos anos foram montadas, de sua autoria: “O Homem, a Mulher e a Aposta” (comédia musical, no  Teatro Glauce Rocha e cidades serranas do RJ); “Dá-se um jeito!” (farsa- no Centro Cultural da Justiça Federal);  “João do Vale, o Poeta do Povo”- (musical, no Teatro Glauce Rocha, Teatro do SESI e Sala Baden Powell); “Bárbara”, (drama histórico, na Academia Brasileira de Letras); “Ana C. ou Um Navio no Espaço”, com direção de Paulo José, escolhida para inaugurar a OI Futuro de Ipanema, e ainda em circuito pelo país. No momento tem seu musical “Zé Kéti: eu sou o samba” em temporada na ABL, e seguindo para o SESC-Tijuca em novembro e dezembro. Entre suas Atividades Profissionais:  Foi Diretora ou Assessora de diferentes órgãos de cultura, federais, estaduais e municipais: Conselho Estadual de Cultura do RJ; Serviço Nacional de Teatro; Fundação Centro Brasileiro de TV-Educativa; Associação Carioca de Empresários Teatrais; Rio Arte/ SMC; Consultora, para o Exterior, das Universidades da Califórnia, de Roma, de Viena, de Buenos Aires, de Cincinatti, de Duke e da Fundação Rockfeller. E no Brasil, da Secretaria de Assuntos Culturais do MinC, do Mobral Cultural, da Funterj, da  Funarte, da Sec. Estadual de Cultura, da Sec. Educação, da TV-Globo (Globotec e GNT). Criadora do Projeto Anna Magnani, que já realizou 39 eventos, de 1989 a nossos dias, visando ao levantamento e discussão de temas da atualidade, e a uma visão da sociedade pela ângulo da Mulher. É membro de inúmeras entidades culturais, entre as quais: SEPLA-Sociedade de Estudos Psicanalíticos Latinoamericanos; SOCII-Sociedade de Estudos Interdisciplinares da Comunicação; CEPETIN - Centro de Pesquisa e Estudo do Teatro Infanto-Juvenil; UBE - União Brasileira de Escritores; PEN CLUB do Brasil. E seu nome vem seguidamente ligado a seminários, festivais, encontros, júris de concursos, mostras, debates etc. sobre Teatro e/ou Cultura em todo o Brasil e no Exterior (USA, Cuba, México, Itália, Alemanha, Portugal, Peru, Bolívia, etc).




06 outubro, 2011

Tem estreia no Teatro Mosaico neste fim de semana: De Cara Limpa e de Cara Suja!

Três estilos de comédia em uma só apresentação!

Stand up comedy, construção de personagens e performances cômicas formam a base para uma noite de muitas gargalhadas, propiciada pela criatividade e versatilidade de dois jovens comediantes, que se revezam no palco, apresentando um espetáculo dinâmico e interativo.
Daniel Duncan -com apenas 3 anos de carreira, já se apresentou em Belo Horizonte e Palmas e se apresenta toda semana em casas especializadas no gênero do stand up comedy, hoje ele faz parte do grupo Comédia Capital. A partir de uma comédia ácida, criativa e inteligente, Daniel se estabelece como um dos maiores comediantes stand up do Brasil.
Raphael da Matta - com 6 anos de carreira, 3 deles integrando a Cia de Comédia os Fantásticos, Raphael tem como principal característica a comédia corporal. Usando elementos da mímica e dos desenhos animados, Raphael da Matta se estabelece como um comediante corporal, que transita entre personagens realistas e surrealistas, de forma a enriquecer o espetáculo com muita diversidade!

Serviço:

Dias 8 e 9, 15 e 16 de Outubro – sábado as 21h00 e domingo as 20h00

Ingressos: R$ 15,00 (meia entrada)

Informações: (61) 3032-1330

Espaço Cultural Mosaico – SCRN 714/15 – Bloco: D – Loja: 16

Classificação indicativa: 16 anos








05 outubro, 2011

OCUPAÇÃO FUNARTE 2011

I.m.p.e.r.d.í.v.e.l ! E continua até dezembro! Funarte lá vamos nós!!






COMPLEXO CULTURAL DA FUNARTE
datas: de 12/10 a 18/12
dias: de quarta a domingo
LOCAL: TEATRO PLÍNIO MARCOS E SALA CÁSSIA ELLER
INGRESSO: R$ 5,00 meia

...
PROGRAMAÇÃO DE OUTUBRO:

TEATRO PLÍNIO MARCOS-TEATRO PARA A INFÂNCIA

12/10- QUARTA FEIRA
16h- espetáculo infantil “Menininha-RJ”

13/10-QUINTA FEIRA
16h- espetáculo infantil “Menininha-RJ”

15/10 SÁBADO
16h espetáculo infantil ”O chapéu-DF”

16/10-DOMINGO
16h espetáculo infantil ” O chapéu-DF”

19/10- QUARTA FEIRA- PALESTRA (entrada franca)
15H ÀS 17H O processo criativo na produção artística para a criança
palestrante: Gabriel Guimard


20h às 22h Educação e arte para a infância
palestrante: Paula Zurawski
mediador: Fabiana Marroni

20/10-QUINTA
16h espetáculo infantil ”Meu chapéu é o céu-DF”

21/10-SEXTA-FEIRA
16h espetáculo infantil “A guerrilha do bom humor-DF”

22/10-SÁBADO
16h musical infantil ”Ser encantado - Michael Jackson-DF”

23/10-DOMINGO
16h musical infantil “ Ser encantado - Michael Jackson -DF”

26/10-QUARTA-FEIRA- PALESTRA (entrada franca)
15h às 17h Dramaturgia no teatro infantil e jovem
palestrante: Marcelo Romagnoli


20h ÀS 22H O jogo teatral no desenvolvimento infantil
Palestrante: Maria Helena Kuhner
Mediador: Joana Abreu

27/10-QUINTA-FEIRA
16h espetáculo infantil ”Caixa de Memória -DF”

28/10-SEXTA FEIRA
16h espetáculo infantil ”Tome sua Poltrona -DF”

29/10-SÁBADO
16h espetáculo infantil “Fragmentos de sonhos do menino da lua-DF”

30/10-DOMINGO
16h espetáculo infantil “Fragmentos de sonhos do menino da lua-DF”


SALA CÁSSIA ELLER- MUSICA
Novas Fronteiras e Violas, Guitarra e Outras Modernidades


12/10 – QUARTA FEIRA
19h B Negão-RJ e Ataque Beliz-DF
22h Bate Papo- As novas formas de produção e distribuição no ambiente colaborativo
Convidados:B Negão, Fabio Pedroza, Dillo D’Araújo

13/10-QUINTA-FEIRA
21h Toró de Palpite-DF + Satanic Samba Trio-DF

14/10 SEXTA-FEIRA
21h Sacal-PB + Ventoinha de Canudo-DF

15/10 SÁBADOS
21h Ciclone na Moringa-DF + Umbando-GO

16/10 DOMINGO
20h Macaco Bong-MT e Caldo de Piaba-AC

20/10 QUINTA-FEIRA
20h Pereira da Viola-MG + Dillo D’Araújo-DF

21/10 SEXTA-FEIRA
20h Rodrigo Caçapa-PE + Hamilton de Holanda-DF

22h Bate Papo:Causos e histórias de violeiros na criação artística
Convidados: Cacai Nunes, Pereira da Viola, Roberto Correa.

27/10 QUINTA-FEIRA
20h Fernando Sodré-MG e Pedro Martins-DF.

28/10 SEXTA FEIRA
20h Cacai Nunes-DF e Nicolas Krassik-FRA

PRODUÇÃO:
MATÉRIA PRIMMA E INSTITUTO ZABILIN DE ARTE E CULTURA

APOIO:
ESPAÇO MOSAICO, BALAIO CAFÉ, LA URSA, THE GONG, CASA 30, DÉBORA AMORIM

REALIZAÇÃO:
"ESTE PROJETO FOI CONTEMPLADO PELA FUNDAÇÃO NACIONAL DE ARTES NO EDITAL DE OCUPAÇÃO 2011"

         PATROCÍNIO:





04 outubro, 2011

Deformance no Tubo de Ensaio da UnB, com Willian Lopes


O projeto performático, Tubo de Ensaio, produzido pela DEA (Diretoria de Esporte, Arte e Cultura da UnB), fez do Minhocão da UnB, durante o último final de semana, palco para dezenas de performances orientadas pelo tema Fronteiras. Todas as apresentações aconteceram simultaneamente, durante as duas horas que durou a mostra. Willian Lopes, que neste semestre orienta a criação de solos performáticos dentro da oficina que ministra no Espaço Cultural Mosaico, reuniu seus pupilos e, juntos, elaboraram uma deformance para compor a programação artística do projeto que abriu a Semana Universitária.
Willian e seu grupo apresentaram um espetáculo onde o foco estava no rompimento das fronteiras que delimitam o ego do homem. O exercício coreográfico começou com os personagens nitidamente inseridos no catálogo social, ou marcadamente limitados pelo ego. No entanto, a partir de movimentos tensionados, cada um dos atores evocou o processo de construção de personagens, capaz de perfurar os limites do ego num fluxo contínuo, guiado pela dança do devir. Construídos entre a mitologia pessoal e a arquetípica, esses personagens saíram de seus círculos, para intervirem no mundo externo, e interagiram de forma não mais marcada pela rigidez das divisas. Na vivência performática, o encontro com o outro constitui um corpo expandido, intenso e que se volta para o gesto livre do sentido, capaz de absorver discursos e propor novas questões.












Elenco: Alberto Albino, Ana Barros, Antonella Kalavati, Carlos Gutierrez, Isabel Schmidt, Luana Dias, Natália de Resende, Rafael Toscano, Sarah Menezes, Thaynara Sousa, Tiago Ianuck 
Direção: Willian Lopes
Sound design: Olivieiri
Video performance: Robertoav.com
Apoio/ Realização: Espaço Cultural Mosaico